É carnaval… ninguém leva a mal, Suissas!

Finalmente! Os adeptos da Juventude de Viana puderam assistir a uma grande exibição da sua equipa e, acima de tudo, a uma vitória frente a um candidato ao título. Monserrate encheu para acolher a recepção ao Benfica e os jogadores vianenses ofereceram um triunfo pela margem mínima (3-2) a todos os presentes. Gonçalo Suissas, que chegou a ser pretendido pelo Benfica, foi herói da noite ao apontar o tento decisivo a três segundos do fim. Os laranjas voltam a estar a seis pontos do segundo lugar dos encarnados.

Este foi um triunfo sofrido mas justo por parte da turma de José Querido. No entanto, o emblema da Luz apareceu em ringue para vencer. Com seis segundos, Caio acertou no ferro da baliza de Sebastien Silva. E, cedo se percebeu que o vermelho iria impor o domínio, em certa medida consentido pelo conjunto laranja. No entanto, a lição de contra-atacar estava bem estudada. Dessa forma, Luís Viana e Paulo Almeida construíram o primeiro da partida. O conjunto de Viana do Castelo teve o mérito de controlar o ímpeto encarnado, num jogo que foi sempre “quentinho”.

Não poderia ter começado melhor a segunda parte para o Benfica. Uma falha de concentração de Centeno, levou Pedro Afonso para a marca do livre directo. O camisola nove lisboeta não desperdiçou. A igualdade no marcador não durou muito. Já depois de ter falhado um livre directo, Suissas fez uma maldade a Ricardo Silva, recolocando a esquadra laranja no comando do marcador.

A partida foi endurecendo com as faltas a surgirem em catadupa. No entanto, o tento do empate surgiu numa desconcentração de Paulo Almeida que perdeu a bola em zona proibida. Em superioridade numérica, Pedro Afonso bisou no encontro. O derradeiro minuto foi intenso. Suissas voltou a falhar um livre directo, enquanto Luís Viana viu a dupla de arbitragem considerar que o seu remate não ultrapassou a linha de golo.

O espectro do empate pairava no ar, quando Suissas vestiu-se de Super-Herói. A fatiota é bem conhecida, camisola laranja com o número 17 nas costas. Na cara de Ricardo Silva, Suissas teve a frieza para colocar a bola dentro da baliza, a três segundos do fim. O encontro esteve mais de cinco minutos interrompido, devido a protestos do Benfica. Até final, nada mais a registar a não ser o facto do Benfica ter protestado a partida.

Com este triunfo, a Juventude cimentou a sua posição de rei em Monserrate, solidificando o seu terceiro lugar neste Campeonato Nacional de Hóquei em Patins, após a 15ª jornada. E melhor ainda, conseguiu aproximar-se do Benfica, voltando a estar a seis pontos.

JS

Para consultar a análise à prestação dos jogadores da Juventude de Viana, um a um, neste jogo clique aqui.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s