Fichas e artigos de jogo – Futsal – 21 Fevereiro

Campeonato Nacional

Laser ou Agra: qual deres será promovido a santo padroeiro de Nogueira?

Em partida em atraso da 12ª jornada do Campeonato Nacional da II Divisão, série A, o Nogueirense bateu o Piratas de Creixomil, em Santa Marta. Com os dois golos a serem marcados na segunda parte por Agra, a equipa de Godofredo Novo viu o seu guarda-redes rubricar uma exibição de altíssimo nível, segurando a terceira vitória da temporada, sem no entanto abandonar a lanterna vermelha da classificação.

O jogo era de extrema importância para ambos os conjuntos. Uma vitória encheria o balão de oxigénio a cada uma das formações. O Nogueirense chegou ao golo na sequência de um roubo de bola de Cris, que cedeu a Agra encostar ao segundo poste. Sem nada a perder, a turma vimaranense assumiu o risco, jogando com o guarda-redes avançado.

Em vantagem no marcador, a equipa de Nogueira baixou as suas linhas, apostando em defender bem. O guardião Laser foi salvando os seus colegas em sucessivas ocasiões. Perto do fim, Márcio foi expulso, por acumulação de cartões amarelos. Os visitantes assumiram o risco, jogando 5×3, sem no entanto furar a organização do Nogueirense. Com vontade de ficar na história do encontro, estava Agra que roubou a bola a um contrário e conduziu o esférico até à baliza contrária, que estava deserta.

Com este triunfo extremamente importante, o Nogueirense não saiu do último lugar, no entanto colou-se ao Gafanha, estando a um ponto de distância. E, com quase toda a segunda volta por jogar, os vianenses estão a sete pontos dos Piratas, primeira equipa acima da linha de água.

JS

Campeonato AFVC – Seniores Masculinos

Quem não tem cão… caça com Zézé

O líder do campeonato de futsal da AFVC ainda teve de respirar fundo para suster a fúria dos canarinhos, na 18ª jornada. No entanto, uma parte final de campeão valeu mais uma vitória para o Ambos os Rios na recepção Anha, por seis bolas a quatro. No entanto, a turma de Agostinho Silva esteve a ganhar por dois golos de diferença até bem perto do final. No final desta partida, duas certezas são cada vez mais evidentes: Zézé é cada vez mais a figura de proa deste campeonato enquanto Pedrinho começa a impor a sua lei em Anha.

O líder do campeonato entrou a todos o gás, com as suas linhas de pressão altas. Os visitantes privados de Brito e Xona, por lesão, e Ricardo, por castigo, apresentaram um cinco inicial ligeiramente diferente do habitual. A estratégia acabou por não resultou, com os locais a adiantaram no placar, marcando em dose dupla. Os pupilos de Marino Sendão baixaram o ritmo de jogo.

O Anha foi equilibrando a partida até que Pedrinho resolveu intrometer-se na história da partida. Com dois tentos, plenos de oportunismos, o camisola 11 canarinho igualou o jogo com o ocaso da primeira parte a aproximar-se. Os visitantes deram a volta total no marcador, com um tento em cima do intervalo, regressando aos balneários em vantagem. A etapa complementar começou com novo tento dos forasteiros. Os encarnados tremeram e, em contra-ataque, o submarino amarelo só não afundou as redes contrárias por culpa própria.

O herói do costume foi chamado de novo à acção. Com o Anha a acusar falta de pernas e tapado por faltas, Zézé empatou a partida na conversão de um livre dos dez metros, minutos depois de Nia ter apontado o terceiro dos encarnados. O golo do empate desnorteou a equipa do Anha que voltou a sofrer mais dois golos, em situações de inferioridade numérica.

Com esta vitória, o Ambos os Rios mantém os cinco pontos de avanço sobre o Fontão, segurando com firmeza o trono distrital. Por seu lado, o Anha prossegue no processo agoniante de descarrilamento na classificação. Os canarinhos já estão no oitavo lugar, estando a três pontos de distância do quinto lugar, na posse do Cais Novo.

JS

Amigos da vitória colocam pressão no Ponte da Barca

A formação dos Amigos de Sá venceu de forma clara o Alvarães (7-1), no Municipal dos Arcos de Valdevez, em partida da 18ª jornada do Campeonato de futsal da AFVC. O emblema arcoense não deu qualquer hipótese ao seu adversário que ainda assim ofereceu uma boa réplica, sobretudo no primeiro tempo. Ricardo Vaz esteve de pé quente ao assinar um hat-trick.

Após um par de jogos sem somar pontos, os Amigos de Sá encararam o encontro com todo o respeito pelo opositor, tomando conta das rédeas da partida desde o instante inicial. Com alguma jogadas vistosas, os donos da casa alcançaram a liderança no marcador. Contudo, os visitantes foram criando muitas dificuldades, acabando por marcar. Ao intervalo, o placar era testemunha dessa situação, mostrando uma vantagem de apenas dois golos para os locais.

No regresso das cabines, os forasteiros deram provas que queriam alcançar a igualdade. Com o avançar do relógio, os Amigos de Sá voltaram a controlar o jogo conseguindo cimentar a sua vantagem no encontro. O Alvarães acabou por baixar os braços.

Com este triunfo, a equipa de Filipe Pereira encurtou distâncias para o terceiro lugar, estando agora a dois pontos do Ponte da Barca, contabilizando 32 pontos. Por seu lado, o conjunto de Joel Gonçalves segue no penúltimo lugar, com mais um pontos que a Zona Fut.

JS

Fontão de fato-macaco soma triunfo de gala

Na difícil deslocação ao pavilhão de Monte da Ola, a formação do Fontão enfrentou uma equipa da casa moralizada pelas três vitórias consecutivas no campeonato. A perder por duas bolas a zero já perto da etapa final da 1.ª parte, fruto da entrada decidida e, sobretudo eficaz do Cais Novo, o conjunto limiano foi capaz de inverter a tendência da partida, num triunfo suado (5-4) que mantém intactas as aspirações da equipa ao título.

Determinados a pressionar o líder Ambos-os-Rios, que esta jornada recebeu e venceu o Anha por 6-4, os pupilos de José Luís foram os primeiros a criar perigo junto da área adversária. Num início de jogo marcado pelo equilíbrio, foi o Cais Novo que inaugurou o marcador, estavam decorridos 11’ do primeiro tempo. Após uma transição rápida para o ataque, Jota tabelou com Cartola que isolado perante o guarda-redes Neca não facilitou. Embalados pela vantagem no encontro, os jogadores da casa adoptaram uma postura mais consistente, controlando de forma eficaz as várias investidas dos fontanenses que, adormecidos pelo domínio local, criavam perigo a espaços, na sequência de lances de bola parada.

Dando primazia a jogadas de contra-ataque, o Cais Novo soube explorar o espaço vazio. Apanhado em contra-pé, o Fontão sofreu novo revês aos 25’, com Pako a ampliar a vantagem dos locais para 2-0. Num final de primeiro tempo verdadeiramente alucinante, com as duas formações a criarem vários lances de perigo, os visitantes foram a equipa mais feliz. Na resposta ao segundo tento darquense, resultado de uma boa jogada de insistência junto da área do Cais Novo, Zé Domingos renovou a esperança do Fontão, encostando com serenidade para o fundo das redes de Bruno.

Com a turma visitante a pressionar alto, o Cais Novo recuou no terreno, atingindo a sexta falta já perto do intervalo. Jota, sancionado com o cartão amarelo, entrou duro sobre Pedro. Na sequência do lance, descontente com o trabalho da equipa de arbitragem, o treinador da casa, Paulo Morais, recebeu ordem de expulsão. Chamado a converter o livre directo de dez metros, Bruno rematou forte, selando o empate no marcador.

Partida de emoções fortes, a vocação atacante de ambas as equipas proporcionou uma 2.ª parte de grande nível. Moralizado, o Fontão assumiu as despesas do encontro. Aos 38’, Fabrício deu vantagem aos visitantes, após novo lance de laboratório. Dois minutos volvidos, o Fontão fez novo golo, com Ribeiro a finalizar fácil, após uma célere jogada de contra-ataque. Relaxados pelos dois golos de diferença, os visitantes perderam algum discernimento e sofreram, contra a corrente do jogo, novo golo. Cartola bisou na partida, num remate frontal de ressaca de fora da área, sem hipótese de defesa para o guardião Neca. O aviso do alarme fontanense suou, até que, aos 48’, Bruno fez uma vez mais o gosto ao pé. O jogador limiano aproveitou uma perda de bola infantil, sossegando as hostes no banco visitante.

Encorajado pelo apoio caseiro, o Cais Novo, dono e senhor dos instantes finais, não baixou os braços, provando ser uma equipa bastante aguerrida. À semelhança de Cartola e Bruno, Pako também bisou, colocando os locais novamente na discussão do marcador. Concentrados em garantir os três pontos em disputa, os limianos defenderam-se face ao maior pendor ofensivo do adversário que, a pouco mais de dois minutos para o fim, viu-se em vantagem numérica, devido à expulsão de Bebé por acumulação de cartões amarelos. O Fontão obteve com mestria uma importante vitória que mantém a equipa na vice-liderança do campeonato, com 42 pontos, a cinco do líder Ambos-os-Rios.

PB

Cerveira abafa diabrura caminhense

A mudança no comando técnico do Cerveira já começou a dar resultados. A esquadra laranja foi ao Municipal de Caminha, bater o Atlético local (5-3). Após três jogos sem conhecer o doce sabor do triunfo, a turma de Sara Almeida conquistou a sexta vitória no campeonato, cimentando a décima posição. O Caminha voltou a dificultar ao máximo a vida do conjunto cerveirense, com Mamai de novo em destaque.

No seu reduto, o Caminha costuma ser uma formação perigosa, um atributo que voltou a confirmar neste encontro. Através dos raides do endiabrado Mamai, os locais foram criando muitas oportunidades para marcar. Do outro lado, morou uma equipa que apostou no erro contrário, mais madura tacticamente do que o seu adversário. João Araújo e Isidro foram os grandes obreiros de mais uma vitória do Cerveira.

Este triunfo permite ao Cerveira solidificar a sua posição no décimo posto do campeonato de futsal, alargando a vantagem para o seu opositor desta ronda. A fava sobrou para o Caminha que viu-se ultrapassado pelo Paço Lima, face a esta derrota, caindo assim para o 12º lugar.

JS

Monção volta a tropeçar no seu castelo

O Monção marcou passo na 18ª jornada do campeonato de futsal da AFVC. Depois de uma boa vitória, em Vila Nova de Anha, os monçanenses não foram além de um empate na recepção ao ARA (6-6). A turma de Abraão Passos somou o sexto jogo sem vencer, em oito já realizados no seu campo. Por seu lado, o ARA conquistou o seu primeiro ponto, após a vitória sobre o Fontão, onde pelo meio averbou três derrotas.

O encontro entre Monção e ARA foi uma excelente partida, repleta de golos, com ambas as equipas apenas concentradas nas redes contrárias. Os locais que vinham moralizados pelas vitórias recentes, cedo partiram em busca de mais três pontos. O ARA refugiou-se no seu meio terreno, apostando no erro contrário. A igualdade entre os dois conjuntos verificou-se ao longo da hora de jogo, sendo certo e justo o empate final.

Com esta igualdade o Monção fica mais longe do Anha. Com 23 pontos, os monçanenses estão a três pontos dos pupilos de Agostinho Silva que seguem no oitavo lugar. O ARA aproximou-se do vizinho Caminha, agora no 12º posto, encurtando a distância para apenas dois pontos, ressalvando o facto de ter menos um jogo realizado.

JS

Cidadelhe ultrapassa Neiva na curva “H” de Rocha

Hugo Rocha foi o protagonista do encontro entre o Neiva e o Cidadelhe, da 18ª jornada do Campeonato de futsal da AFVC. O atleta do Cidadelhe apontou os dois golos com que a sua equipa derrotou o emblema de Sandiães. Num duelo que envolveu duas equipas que discutem o quinto, a formação de Constantino levou a melhor mostrando-se mais eficaz. Por seu lado, Os pupilos de Filipe perderam pela primeira vez, para esta competição, desde o final de Novembro.

Antes da partida, antevia-se um bom jogo de futsal entre duas equipas em clara ascensão, nesta fase da época. Desde o apito inicial, assistiu-se a um encontro onde as duas formações demonstraram um rigor táctico assinalável, concedendo poucos espaços para o adversário jogar. A tendência da partida manteve-se com o desenrolar dos minutos. A categoria individual de Hugo Rocha acabou por fazer toda a diferença em dois lances, em que o jogador da Barca fez balançar a rede contrária.

Após quase dois meses e meio sem perder, para o campeonato, o Neiva sentiu o sabor amargo da derrota. Por seu lado, o Cidadelhe confirmou os seus créditos subindo consequentemente ao sexto lugar, beneficiando das derrotas de Anha e Cais Novo. Assim, os comandados de Constantino Azevedo somam 28 pontos, menos um que o Cais Novo, dispondo de um e dois pontos de vantagem para o seu adversário desta ronda e para o emblema anhense, respectivamente.

No Municipal da Barca, o Paço Lima venceu de forma categórica o Ponte da Barca (8-2). Sem dúvida, que este resultado foi o mais surpreendente da jornada. Os homens da Barca vinham de quatro vitórias consecutivas, ao passo que, nesse mesmo espaço de tempo, o Lavradas havia somado outras tantas derrotas. Como consequência imediata, os Amigos de Sá aproximaram-se do terceiro lugar, estando agora a apenas dois pontos. A turma de Dionísio Abreu ascendeu ao 11º lugar, ultrapassando o Caminha.

JS

Campeonato AFVC – Seniores Femininos

ARCAS impõe um STOP na marcha do comandante

A formação da ARCAS foi a grande sensação da nona jornada do Campeonato feminino de futsal da AFVC. Para merecer tal distinção, o emblema arcoense arrancou uma igualdade (2-2) no Municipal de Paredes de Coura, onde reina o líder da prova. A vencer ao intervalo, as visitantes acabaram por não resistir ao poderio do Castanheira, conseguindo mesmo assim segurar um ponto precioso.

Perante um pavilhão bem composto de público o improvável aconteceu, inesperadamente o Castanheira perdeu os seus primeiros pontos no campeonato. A jogar em casa, o líder da competição tomou conta das despesas do jogo. Por seu lado, a ARCAS espreitou o contra-ataque sem que pôde. Através de uma reposição lateral, as forasteiras marcaram o único tento da primeira parte.

O golo arcoense teve o condão de despertar a magia das jogadoras do Castanheira, que deram a volta ao marcador, em apenas uma dúzia de minutos. Sandrina e Sara foram as autoras de tal proeza que, no entanto, as jogadoras courenses não souberam manter. Perto do fim, em lance de contra-golpe a ARCAS conseguiu chegar ao empate. Daí até final, o encontro partiu-se com bola lá e bola cá, porém, sem que o marcador voltasse a funcionar.

A igualdade não agradou ao Castanheira que assim viu encurtada a sua vantagem sobre o Soutelense para apenas quatro pontos, sendo que este ainda tem menos um jogo. O sinal de stop, imposto pela ARCAS, não significa cedência de passagem no que à liderança diz respeito, contudo o líder do campeonato terá menos margem de erro. O emblema de Arcos de Valdevez alcançou o seu quinto ponto na prova, conseguindo um feito inédito até ao momento.

JS

Igualdade em todos capítulos resulta em empate final

A partida de Lanheses, entre a turma local e o ARA foi muito equilibrada. Com o quarto lugar do campeonato feminino de futsal da AFVC a ser disputado por estas duas equipas, a igualdade final (2-2) deixa tudo como estava. As duas formações continuam separadas por um ponto, após a nona jornada, com a vantagem a sorrir para as atletas amarelas e azuis.

Este jogo poderia implicar mudanças na classificação. Conscientes disso mesmo, os dois técnicos preferiram abordagens mais cautelosas. O jogo principiou com as duas equipas a não arriscarem muito. Com o decorrer do encontro, a partida foi ganhando mais ritmo, mesmo assim sem que qualquer uma das formações se sobrepusesse à outra. Este cenário foi o suficiente para se repetir o empate da primeira volta.

JS

Campeão não vacila no reduto do último

O Soutelense já tinha defrontado e vencido o Santa Luzia (4-0), em jogo da nona jornada do campeonato feminino de futsal da AFVC, ronda essa que se realizou no pretérito fim-de-semana. Todavia, as campeãs distritais não tiveram direito a folga. Recorde-se que o Soutelense aproveitou o facto de a Zona Fut folgar na jornada nove para a realizar este encontro. Assim, na partida em atraso da quinta jornada, o Soutelense foi a Valença derrotar a Zona Fut (8-0), aproximando-se da liderança.

Há cerca de um mês, o encontro entre as duas formações não se realizou devido às más condições do piso do Municipal de Valença. Desta vez, com todas as condições reunidas, o Soutelense entrou com vontade de garantir os três pontos. A lanterna vermelha da prova procurou dificultar ao máximo a missão do segundo classificado.

Em tarde muito inspirada, desde logo Cabral tratou de mostrar que o jogo seria de pesadelo para as locais. A história do encontro confunde-se com os golos do Soutelense que foram sucedendo de forma natural, dada a sua maior capacidade física e técnica. Depois de dois jogos consecutivos a marcar, o emblema valenciano voltou a ficar em branco, porém teve boas oportunidades para marcar.

Com este triunfo, o Soutelense vê agora o líder a quatro pontos, tendo ainda menos um jogo realizado. O tropeção do líder em casa, diante da ARCAS, foi capitalizado da melhor forma pelo campeão que ainda acalenta esperança de conquistar o bi-campeonato. Por seu lado, a Zona Fut continua só e abandonada no último lugar.

JS


Advertisements

2 pensamentos sobre “Fichas e artigos de jogo – Futsal – 21 Fevereiro

    • Um pequeno reparo, para por a verdade no comentário, pois quêm lê nao viu o que aconteceu. No segundo golo do fontao, antes da falta que deu origem ao livre de 10 metros ao fontao, existem na mesma jogada duas faltas por marcar contra o fontao, uma sobre o tiago e outra uma mão que corta um contra ataque onde um jogador do fontao deu mão, a um passe meu, mesmo em frente ao arbitro, que nada assinalou e onde na sequencia da jogada marca falta e consequente cartao amarelo a mim, onde nem sequer toquei no jogador do fontão…. Foi um grande jogo de futsal onde o resultado poderia pender para os dois lados. Esse lance condicionou o resto do jogo…. Mas nao foi por causa da arbitragem que o fontão ganhou. Ganhou com mérito, mas se fosse ao contrario o cais novo tb ganharia com mérito.
      Ps- Tenho o video desse lance
      Um abraço, e continuem a divulgar o nosso futsal, como têm feito.

      Ass: João Costa (Jota)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s