Fichas e artigos de jogo – Futsal – 6 Março

Campeonato Nacional

Panteras desferem ferida letal no Nogueirense

Não correu de feição a deslocação do emblema de Nogueira ao reduto axadrezado. A equipa de Godofredo Novo perdeu por 2 bolas a 6 na 18ª jornada do campeonato nacional da II divisão. No entanto, ao intervalo, os vianenses conseguiam manter a partida empatada a dois golos. Uma segunda parte menos positiva ditou mais uma derrota dos vianenses.

No primeiro tempo, dois golos de Agra garantiram uma igualdade justa à saída para o descanso. A jogar fora de portas, os vianenses foram cerebrais na sua forma de jogar. Na etapa complementar, o Boavista aumentou o ritmo do jogo furando a resistência do Nogueirense. Incapaz de conter as investidas contrárias, o Nogueirense acabou por somar novo desaire.

Na tabela classificativa, a turma de Viana do Castelo viu a distância para a linha de água aumentar, cifrando-se agora de oito pontos, quando ainda faltam oito jornadas para o término da competição. A manutenção ainda está ao alcance do Nogueirense, contudo, o não se pode dar ao luxo de perder diante de um rival directo, como foi o caso desta jornada.

Santa Luzia volta a desiludir

Após uma excelente vitória no terreno do Barranha, o Santa Luzia deixou-se surpreender pelo Macedense, em Monserrate. Os transmontanos venceram (5-7) num encontro em que a dupla de arbitragem teve decisões, no mínimo discutíveis, que ditaram as expulsões de Mesquita e Bruno. Os vianenses afundam-se ainda mais na classificação, vendo a linha de água a 14 pontos de distância, quando ainda há em disputa 21 pontos.

Apesar do mau resultado averbado, os auri-negros entraram bem no encontro, chegando bem cedo ao golo por Mesquita. Pouco depois, o conjunto de Macedo de Cavaleiros conseguiu marcar. As contrariedades para os locais não se ficaram por aqui pois, numa decisão exagerada, Mesquita foi expulso por acumulação de amarelos. Os visitantes colocam-se a vencer, com mais um homem em campo. Até ao intervalo, destaque para Maciel que não conseguiu transformar um livre dos dez metros.

A segunda parte trouxe mais do mesmo. Um critério demasiado rigoroso dos árbitros para com o Santa Luzia, com Bruno a ir também tomar banho mais cedo. O Santa Luzia marcou mais quatro golos por Alex e Nando. No entanto, os tentos vianenses foram insuficientes para alcançar um resultado positivo.

A esperança vianense na manutenção é cada vez mais ténue. Espera-se que a formação de Pedro Ferreira dê uma resposta positiva na próxima jornada. A necessidade de pontuar cresce de ronda para ronda, sendo que a margem de erro é cada vez menor.

JS –  Fotografia: Fernando Cordeiro


Campeonato AFVC – Seniores Masculinos

Líder vence em missão de serviços mínimos

O Ambos os Rios segue confortável no comando do campeonato de futsal da AFVC, após a 20ª jornada da competição. No Municipal da Barca, os encarnados venceram o Monção (4-1) sem rubricar uma grande exibição. Apesar disso, a turma de Marino Sendão evitou que o Fontão se aproximasse do primeiro lugar.

Os manos Zezé e Nia voltaram a estar em destaque na formação do Ambos os Rios. Os dois jovens jogadores estiveram em quase todas as jogadas de perigo da sua equipa, marcando três dos quatro golos dos locais. Sem forçar a nota, o conjunto da Barca fez por merecer o triunfo, aproveitando para rodar todo o plantel.

Por seu lado, o Monção voltou a evidenciar toda a sua enorme experiência, procurando complicar a tarefa do líder do campeonato. Impondo um ritmo baixo à partida, o certo é que o emblema monçanense foi um osso duro de roer. Os números finais atestam bem a boa exibição do Monção.

O Ambos os Rios somou a 17ª vitória na competição, mantendo os oito ponto de avanço sobre o Fontão. Uma vantagem bastante confortável que permite aos encarnados abordar o derradeiro terço do campeonato com outra tranquilidade. Por outro lado, o Monção estacionou no 11º lugar, tendo sido ultrapassado pelo Paço Lima.

JS

ARA silencia Municipal dos Arcos de Valdevez

A equipa de Caminha deixou tudo e todos de boca aberta ao vencer os Amigos de Sá (6-3), nos Arcos de Valdevez, em jogo da 20ª jornada do campeonato de futsal da AFVC. A equipa da casa debate-se com uma fase menos positiva, acusando o desgaste de uma primeira volta muito positiva. Por seu lado, os forasteiros rubricaram uma das melhores exibições da temporada.

Não é fácil encontrar um dia tão mau para a equipa de Filipe Pereira como o último Sábado. Sem poder contar Luís, Zé e Nelson, todos por lesão, a equipa arcoense entrou em campo amorfa, sem rasgos de criatividade para furar uma formação do ARA que entrou galvanizada. Os golos encheram de moral os visitantes que partiram para uma bela exibição.

Sem deter armas para contrariar as diabruras contrárias, os Amigos de Sá desguarneceram o seu último reduto à procura de inverter o rumo dos acontecimentos. A equipa de Paulo Alvarenga soube aproveitar os brindes oferecidos. Ruka esteve em especial evidência ao apontar três golos do ARA.

Com este desaire, os Amigos de Sá não conseguiram tirar partido do empate do Ponte da Barca. Pior, os arcoenses foram ultrapassados pelo Cais Novo, caindo para o quinto posto. Em sentido inverso, o ARA subiu um degrau, por troca com o Caminha, ascendendo ao 12º lugar.

JS

Cais Novo triunfa e pisca o olho ao pódio

A formação de Paulo Morais recebeu e venceu o Alvarães (5-2), em Monte da Ola, em jogo da 20ª jornada do campeonato de futsal da AFVC. A turma verde e branca até entrou a perder no encontro. No entanto, os locais arrancaram para uma boa vitória, estando às portas do pódio, depois de terem estado com um pé na segunda metade da tabela. O Alvarães não conseguiu dar sequência ao empate arrancado ao Neiva.

Os jogadores de Joel Gonçalves mostraram, desde o primeiro segundo, que estavam em campo para vencer este derby. Com alguns minutos de jogo decorridos, Nuno colocou os visitantes em vantagem. Os donos da casa acordaram e passaram a visar mais vezes as redes contrárias. Pako foi o primeiro a violá-las, sendo imitado por Jota, logo de seguida.

Perto do intervalo, Tata brilhou elevando a contagem para 4-1, ao intervalo. A vantagem deu aos locais maior tranquilidade para o segundo tempo. Poder dizer-se até demasiada tranquilidade. O Cais Novo adormeceu e o Alvarães reduziu, tendo pressionado em busca de mais golos, valendo as intervenções de Bruno. O emblema de Darque apenas acalmou com o golo de Cartola. Até final, não houve mais lances de perigo.

O triunfo valeu a colagem ao Ponte da Barca, no entanto, sem vantagem no confronto directo. O Cais Novo segue no quarto lugar, com 35 pontos, mais três do que os Amigos de Sá. O Alvarães mantém-se no penúltimo lugar, com mais um ponto do que o lanterna vermelha.

JS

Limianos não se deixaram “matar” à segunda tentativa

Este fim de semana, o Fontão regressou ao local onde sofreu a sua única derrota na prova, para desta vez discutir a 20ª jornada do campeonato de futsal da AFVC. No Municipal de Caminha, a equipa de José Luís venceu o Caminha (4-2), com um valente susto à mistura. Desfrutando de uma vantagem de dois golos, os limianos viram os donos da casa igualarem o encontro. Contudo, o emblema de Ponte de Lima não deixou escapar os três pontos.

Consciente da necessidade de triunfar, o Fontão surgiu em campo preparado para resolver cedo as contas do marcador. Bruno colocou os visitantes em vantagem, e, poucos minutos depois, Mamai introduziu a bola no fundo das próprias redes. De forma fácil, os forasteiros conquistaram a liderança no marcador, deixando-se adormecer pelo ritmo morno que o Caminha impôs ao jogo.

A equipa da casa ganhou com esse facto, conseguindo igualar o encontro ainda antes do intervalo, por intermédio de Brito e Ilson que beneficiaram de duas desconcentrações defensivas contrárias. Estes tentos dos caminhenses despertaram o Fontão que chegou ao intervalo a vencer, pela margem mínima, com um golo de Zé Miguel.

A história do segundo tempo conta-se em poucas palavras. Os locais foram incapazes de incomodar as redes limianas, ao passo que o Fontão foi desperdiçando inúmeras oportunidades. Perto do fim, Bebé acabou com todas as dúvidas, apontando o derradeiro golo do encontro.

Assim sendo, o Caminha caiu mais um lugar na tabela, seguindo no 13º posto, com apenas 15 pontos. Por seu lado, com este triunfo, os pupilos de José Luís mantém na corrida ao ceptro distrital, mantendo oito pontos de diferença para o líder Ambos os Rios, mas ainda com menos uma partida realizada. O encontro entre Fontão e Ponte da Barca, adiado devido às más condições do piso do Gimnodesportivo limiano, já tem data marcada, devendo realizar-se a 17 de Março.

JS

Velocidade mais furiosa do Neiva asfixia canarinhos

O Neiva interrompeu um ciclo de três jornadas sem vitórias, ao vencer na recepção ao Anha (5-2), na 20ª ronda do campeonato de futsal da AFVC. Após uma primeira parte mais pausada, os locais mostraram-se demolidores no início do segundo tempo, perante um Anha órfão dos seus criativos e desgastado pela boa primeira parte realizada. Um triunfo justo que relança o Neiva nesta prova.

Na primeira metade, a equipa da casa imprimiu um ritmo lento privilegiando a posse a bola, não criando muitas oportunidades de golos. O perigo andou a rondar redes à guarda de Domingos. Os canarinhos entraram bem no encontro, dispondo das primeiras situações para marcar. Depois de tanto insistir, Martinho colocou os visitantes em vantagem no marcador. Com alguma sorte, o emblema de Sandiães chegou ao empate através de um auto-golo de Raul, em cima do intervalo.

O infortúnio não largou a equipa de Agostinho Silva. No arranque da segunda parte, o Neiva disparou no placar, marcando três golos de rajada, sendo que dois deles acabaram por desviar em Hugo, traindo Matouças. Não obstante desse facto, o Neiva foi a melhor formação sob a quadra e, não fosse a falta de eficácia, os números finais seriam outros. Filipe foi o mais endiabrado celebrando a festa do golo em três momentos. O Anha foi caindo fisicamente, enquanto a turma da casa dominava a seu prazer.

Na derradeira dezena de minutos, os forasteiros voltaram a estar melhor na partida, altura em que conseguiram reduzir a desvantagem. Como consequência directa deste resultado, o Neiva ultrapassou o Anha na classificação. A formação de Sandiães ocupa o sexto posto, com 31 pontos, mais 2 do que os canarinhos que seguem no oitavo lugar.

JS

Ninguém se afundou no derby da Barca

No Municipal de Ponte da Barca, a Associação Desportiva local e o Cidadelhe não foram além de uma igualdade (4-4), na 20ª jornada do campeonato de futsal da AFVC. O Ponte da Barca atrasou-se na corrida ao segundo lugar, sendo apanhado pelo Cais Novo, no terceiro lugar. Por seu lado, a equipa de Constantino Azevedo também não conseguiu tirar dividendos dos resultados da ronda, quedando-se no sétimo posto.

A partida foi bem disputada com momentos de grande equilíbrio. Ambas as equipas estavam obrigadas a vencer para defender as suas posições na tabela. Daí, não surpreende, portanto, que desde o apito inicial as atenções se centrassem na baliza contrária. Um jogo aberto, onde o empate acaba por se ajustar ao que os dois conjuntos produziram.

Mais contente saiu o Paço Lima da deslocação ao reduto da Zona Fut. Mesmo assim, no Municipal de Valença, o Lavradas venceu pela margem mínima (4-3), apanhando um enorme susto. O último classificado voltou a demonstrar que tem evoluído nos derradeiros meses e por pouco não surpreendeu a turma de Dionísio Abreu.

A experiência e a eficácia dos visitantes acabaram por ditar as leis. O Paço Lima ascendeu ao décimo lugar, ultrapassando o Monção, estando a dois pontos do Cerveira Futsal, que folgou nesta ronda.

JS

Campeonato AFVC – Seniores Femininos

Campeãs tremem mas não caem

Em Lanheses, o Soutelense encontrou mais dificuldades do que poderia esperar diante da equipa local, em jogo a contar para a 11ª jornada do campeonato feminino de futsal da AFVC. A equipa de Freixieiro de Soutelo venceu no reduto do Lanheses (3-1), mantendo o sonho da reconquista do ceptro distrital ainda vivo, embora a matemática não lhe seja totalmente favorável.

Condenado a vencer este encontro, o Soutelense pareceu acusar um pouco essa responsabilidade. Após os minutos iniciais, as visitantes tomaram conta das rédeas do jogo. Do outro lado, morou uma formação que apostou em defender bem e a sua estratégia acabou por ser bem sucedida.

Cabral voltou a ser o Joker do Soutelense, acabando por desequilibrar o encontro na companhia de Filipa e Tâmara. A resposta chegou dos pés da goleadora local, Mariana, que não enjeitou a oportunidade de apontar o tento de honra do Lanheses.

Com menos um jogo realizado, o Soutelense soma 21 pontos, estando a sete pontos do líder Castanheira. Quando faltam poucas rondas para o final do campeonato, a calculadora obriga o Soutelense a vencer todos os encontros até final, contando ainda com uma quebra da turma courense. Mais abaixo na classificação, o Lanheses mantém o quarto posto, com 12 pontos.

JS

Um golo ditou a sentença no duelo dos últimos

No Municipal de Valença, um tento de Tixa bastou para que a ARCAS levasse os três pontos no confronto com a Zona Fut. As duas equipas, que seguem na cauda da classificação, enfrentaram-se numa partida equilibrada sem grande recorte técnico, mas polvilhada com muitos momentos onde a emoção reinou. Ganha quem marca e, só por isso, o resultado acaba por ser justo.

Tal como vem sendo hábito, a formação valenciana evidenciou claras melhorias, no entanto, continua a pecar na finalização. As locais criaram algumas boas situações, revelando pouca pontaria. Por outro lado, o conjunto arcoense voltou a mostrar a garra habitual, com alguns bons pormenores. O golo de Tixa foi decisivo na conquista de três pontos.

Na classificação, a Zona Fut afunda-se no último lugar, após a 11ª jornada do campeonato de futsal feminino da AFVC. Um pouco melhor, a ARCAS segue um lugar acima, tendo-se aproximado do Riba D´Âncora, estando agora a três pontos do emblema caminhense.

JS

Campeão à vista

A matemática ainda não permite que se soltem os foguetes. Contudo, já não restam muitas dúvidas de que o Castanheira poderá vir a suceder ao Soutelense no trono distrital. Para isso, muito contribuiu a vitória do comandante na recepção ao Santa Luzia (5-3). A turma courense entrou forte na partida, dominando em toda a linha. A equipa de Luís Nogueira está a três pontos de se sagrar campeã distrital.

O Castanheira voltou a mostrar toda a sua raça. Nem o melhor ataque da prova, Santa Luzia, conseguiu destabilizar o líder do campeonato. Rapidamente, as locais conquistaram uma vantagem de dois golos, por intermédio de Vânia, beneficiando ainda de um auto-golo. A festa prosseguiu com Vânia e Marisa a apimentarem ainda mais a festa no Municipal de Paredes de Coura. O conjunto vianense acabou por reduzir, perto do descanso.

Após o reinício, Aida quis matar todas as esperanças que as visitantes pudessem ter criado com o seu golo, aumentando a diferença no marcador. Até final, o Castanheira geriu a gorda vantagem, praticando um bom futsal. Registo para a exibição do Santa Luzia que nunca baixou os braços, conseguindo reduzir e ainda marcando por duas vezes nos derradeiros minutos.

O emblema de Paredes de Coura segue na liderança da competição, com mais sete pontos do que o Soutelense, tendo mais um jogo realizado. Em caso de vitória diante do Lanheses, o Castanheira poderá fazer a festa do título. Por seu lado, as jogadoras de Miguel Passos mantêm o terceiro lugar, a seis pontos do segundo posto, tendo mais três pontos do que o quarto classificado.

JS

Campeonato AFVC – Juniores Masculinos

Alvarães agarra-se ao comando com unhas e golos

O campeonato júnior de futsal da AFVC está a ser marcado pela campanha fantástica da equipa de Joel Gonçalves. Em Monte da Ola, perante o vizinho rival Anha, o Alvarães venceu de forma inequívoca (7-2), segurando o primeiro lugar na competição. Os pupilos de Manuel Ribeiro voltaram a desiludir nesta partida da sétima jornada da prova. Recorde-se que na próxima semana, haverá duelo escaldante entre o duo de líderes.

O Alvarães entrou em campo determinado a conquistar os três pontos. Diante de um opositor frágil, sem poder de fogo para alvejar as redes de Paulinho, a equipa visitante foi impondo o seu jogo. Com uma forma muito colectiva de jogar, o Alvarães foi passeando a sua superioridade. Do Anha chegaram alguns rasgos individuais, pouco para uma equipa que prometia muito, depois da última temporada, mas que nunca confirmou os créditos na presente época.

Em Santa Marta, o Nogueirense não precisou de forçar muito a nota para derrotar o Paço Lima (5-1). A jogar perante a lanterna vermelha da prova, a equipa de Rui Paulo rodou todo o plantel disponível. O ritmo da partida nunca foi muito alto, no entanto, a superioridade do conjunto de Nogueira nunca esteve em causa. Triunfo justo, por números ajustados ao que o Nogueirense produziu.

Na classificação, o Alvarães mantém o Nogueirense a dois pontos de distância, embora tenha mais um jogo realizado do que a turma de Nogueira. Anha e Lavradas seguem nos derradeiros lugares da tabela bem longe dos lugares cimeiros. O Ambos os Rios, que folgou nesta ronda, estacionou na terceira posição.

JS

Um pensamento sobre “Fichas e artigos de jogo – Futsal – 6 Março

  1. A ficha de jogo do cidadelhe está errada.

    Correcção.

    Cinco inicial:

    – Duarte
    – André
    – Ricardo Rocha – 2 golos
    – Amorim
    -Hugo Rocha – 1 golo

    Jogaram ainda:
    – Cesar
    – Garrido
    – Tiago – 1 golo
    – Lipe
    – Ferra

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s