Cumprir a obrigação com brilhantismo (voleibol)

O VCV ainda não está ancorado no porto da permanência da divisão, contudo a vitória na recepção ao CD Póvoa (3-0) concedeu uma espécie de segunda vida aos vianenses. Perante os poveiros, o VCV aproveitou as fragilidades contrárias para fechar as contas da partida com 25-8, 25-19, 25-19. Agora, a equipa de Julião Basto irá cumprir calendário na derradeira jornada desta série dos últimos, tendo ainda de discutir um play-off com o segundo classificado da poule final da II divisão.

O primeiro parcial da partida de Santa Maria Maior não é digno de um jogo do segundo escalão do Voleibol nacional. A formação poveira foi incapaz de incomodar os vianenses que entraram a todo gás, chegando aos 8-0. Ponto atrás de ponto, este set inicial deu para quase tudo, com o VCV a fechar com 25-8 a seu favor, em pouco mais de uma dúzia de minutos.

A história do segundo parcial foi bem diferente. Os visitantes recompuseram-se, garantindo uma vantagem de cinco pontos no começo do set. O VCV puxou dos galões e, de uma assentada, virou o placar a seu favor, continuando então a história do primeiro set.

No derradeiro set, o VCV sentiu um pouco mais de dificuldades. O cansaço dos jogadores vianenses obrigou a uma maior rotação dos mesmos. Aproveitando-se disso, o CD Póvoa mostrou uma ou outra boa combinação, onde a qualidade dos seus jovens se evidenciou, apagando a imagem deixada no começo do encontro.

Em S. Julião da Barra, o CV Oeiras recebeu e bateu (3-0) o CV Espinho, assumindo o comando desta fase da prova. As duas equipas já garantiram a manutenção neste escalão, enquanto o CD Póvoa desceu de divisão.

Cardápio apimentado pelo sabor das vitórias

As equipas de formação do VCV estão a dar cartas no Torneio dos 68 anos da AV Porto. Aos triunfos dos conjuntos de juvenis masculinos e juniores femininos, acrescenta-se a vitória da turma de infantis femininos que venceu (3-1) na recepção ao Colégio do Rosário, na derradeira jornada da prova. Agora, as meninas do VCV estão apuradas para discutir a conquista do troféu.

Em Santa Maria Maior, os rapazes do VCV despacharam o Clube Atlântico da Madalena em três sets, com os parciais de 25-21, 25-21 e 25-15. Em jogo da terceira jornada, os vianenses tiveram de puxar dos galões nas duas partidas iniciais para conquistar o terceiro triunfo na prova, bastando gerir a vantagem no derradeiro set.

Um pouco mais complicada foi a vitória da equipa júnior feminina no reduto do Castelo da Maia. Perante a equipa “B” local, as vianenses só obtiveram o terceiro triunfo ao cabo de quatro sets. Ao fim do trio inaugural de rondas, o VCV mantém-se invicto na liderança da competição.

Gondomar atropela VCV em Afife

O Municipal David Freitas não foi talismã para a equipa masculina de iniciados do VCV. Na recepção ao Ala Gondomar, os vianenses perderam em três sets, com os parciais de 15-25, 16-25 e 11-25. O VCV caiu para o terceiro posto, com três pontos, em parceria com o Esmoriz que venceu (3-1) a lanterna vermelha, CN Ginástica.

Após um triunfo folgado na capital, em três sets no reduto do Ginástica, o VCV falhou o assalto à liderança. O conjunto gondomarense esteve melhor nas acções de ataque, beneficiando ainda de alguns erros da turma vianense. Apesar da diferença no placar, registe-se a boa réplica vianense, essencialmente, nos dois sets iniciais.

JS

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s