Hóquei: Como jogou a Juventude?

O guardião Sebastian Silva voltou a destacar-se ao defender um penalty e um livre directo, tendo como única nódoa o lance do segundo golo, onde dá ideia de ser mal batido. Sendo a surpresa na equipa inicial, André Centeno justificou a aposta marcando um golo. Criativo a atacar, voltou a demonstrar algumas, pequenas, desconcentrações defensivas. O seu parceiro defensivo, Luís Filipe apareceu em ringue solto, atirando uma bola ao poste. Expedito a atacar, teve alguns erros na marcação.

Os goleadores da Juventude voltaram a comparecer quando a sua equipa mais precisava. Luís Viana voltou a demonstrar muita qualidade técnica que possibilitou marcar três golos, apesar de ter falhado livre directo e penalty. Mais escondido ainda no jogo, Gonçalo Suissas esteve no sítio certo para carimbar o seu contributo na partida, no entanto, não apagando uma noite de menor fulgor individual.

José Querido deve ser, por estes dias, um treinador feliz, tendo em conta tem no banco com jogadores de inegável qualidade. Didi foi o primeiro a saltar para a quadra, empurrando os colegas para o golo, com vários remates perigosos. Paulo Almeida não entrou bem, cometendo um penalty desnecessário e falhando na marcação no lance do terceiro golo espinhense, contudo voltou a demonstrar estar para aí as curvas, imprimindo velocidade nas saídas para o ataque.

JS

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s