Futsal: Fichas e artigos de jogo – 1 Maio

Campeonato Nacional

Viseu afunda Nogueirense

A equipa de Godofredo Novo averbou mais uma derrota na 24ª jornada do campeonato nacional da II divisão. Em Santa Marta, o emblema de Nogueira foi goleado (2-9) pelo Viseu Futsal 2001. Uma partida onde os locais nunca se encontraram perante uma formação viseense que ainda procura lutar pelo terceiro lugar.

Esta foi o desaire mais pesado da temporada do Nogueirense. Os vianenses nunca conseguiram ombrear com os visitantes que dominaram de princípio a fim. Com este resultado, o Nogueirense ultrapassou a marca dos 100 golos sofridos neste campeonato. Mais um marco negativo numa época que está a chegar ao fim que já ditou o regresso ao terceiro escalão do futsal nacional.

Afife foi talismã para o Santa Luzia

A equipa de Pedro Ferreira conquistou a quarta vitória no campeonato nacional da III divisão. Em partida da 25ª jornada, no Municipal David Freitas, os vianenses tiveram de sofrer para vencer (7-6) o Pioneiros de Bragança. Um jogo electrizante com a incerteza no marcador a durar até final. Apesar do triunfo, os auri-negros não abandonaram a lanterna vermelha, somando agora 15 pontos.

Sem nada a perder, e com o futuro há muito definido, o Santa Luzia entrou em campo com a disposição de discutir os três pontos. Pela frente encontrou um adversário, também ele condenado à despromoção, com as mesmas intenções. No pavilhão de Afife assistiu-se a um jogo equilibrado, entre dois conjuntos que apenas se preocuparam com a baliza contrária. A turma de Viana do Castelo acabou por ser mais felizes, vencendo pela margem mínima.

JS

Campeonato AFVC – Seniores Masculinos

Mais um vendaval de golos com selo de garantia Zézé

O Ambos os Rios está cada vez mais perto do título de campeão da AFVC de futsal, faltando apenas um ponto para fazer rebentar a festa. No Municipal da Barca, a equipa de Marino Sendão cilindrou a Zona Fut(13-1), com o goleador Zézé a estar em amplo destaque. Pela segunda jornada consecutiva, o jogador do Ambos os Rios assinou cinco golos numa só partida.

Este jogo da 27ª jornada do campeonato da AFVC praticamente não teve história. A lanterna vermelha da competição visitou o reduto do comandante, procurando suster as cavalgadas dos adversários. A história do encontro coincide com os golos dos locais, perante um opositor que nunca conseguiu beliscar o domínio encarnado.

Além de Zézé, em termos individuais, Frig e Nia conseguiram obter o seu espaço no corredor da fama, ao apontarem um hat-trick cada um. Os restantes golos foram da autoria Lúcio e Bau. Esta é a quarta vez que o Ambos os Rios ultrapassa a dezena de golos numa só partida.

A conquista do campeonato é cada vez mais uma certeza para a formação de Marino Sendão. A três jornadas do fim, um só ponto garante o título, desde logo. A performance dos encarnados é de tal ordem perfeita que o Ambos os Rios arrisca-se a juntar o “título” de melhor defesa ao já consagrado de melhor ataque. A Zona Fut segue isolada no último lugar.

Alvarães esteve muito perto de fazer mais uma gracinha

O Cidadelhe voltou a aproximar-se do terceiro lugar, depois de triunfar no reduto do Alvarães (5-4), em Monte da Ola. No entanto, a vitória da turma de Constantino Azevedo não foi nada fácil, com o conjunto da casa a complicar a vida dos visitantes, que tiveram de suar bem mais do que esperavam para assegurar mais três pontos.

Este foi um encontro disputado a um ritmo baixo, pautado pelo equilíbrio no marcador. O Cidadelhe assumiu o controlo da partida, mas sentiu enormes dificuldades para furar a bem organizada equipa da casa. A defender, os forasteiros ofereceram alguns brindes que os pupilos de Joel Gonçalves souberam capitalizar. A incerteza no placar durou até bem perto do fim, garantindo a permanência da emoção.

Com este resultado, o Cidadelhe soma 41 pontos, igualando o Cais Novo e Amigos de Sá, estando a três pontos de Neiva e Anha. A luta pela medalha de bronze está cada vez mais ao rubro. O Alvarães segue na penúltima posição, com mais cinco pontos que a Zona Fut.

A tradição já não é o que era

Esta parece ser daquelas frases que todos gostam de usar, sendo a que melhor se aplica ao Desportivo de Monção e à campanha no seu pavilhão. Em jogo da 27ª jornada do campeonato de futsal da AFVC, a equipa monçanense voltou a perder (3-4), desta feita na recepção ao Cerveira Futsal. Para o Monção, esta foi a sexta derrota caseira, em 12 jogos.

Num jogo sem grandes motivos de interesse, com um ritmo baixo, a experiência dos jogadores do Monção rivalizou com a organização defensiva e irreverência da equipa cerveirense. O choque de estilo produziu uma partida equilibrada, com algumas oportunidades. O destaque do encontro acabou por ser João que, ao assinar três dos quatro golos da formação de Sara Almeida, contribuiu de forma decisiva para mais três pontos.

O triunfo possibilitou ao Cerveira ultrapassar o Paço Lima, saltando para o nono lugar, com 32 pontos. A esquadra laranja aproveitou da melhor forma o empate do Lavradas. Por seu lado, o Monção mantém o 12º posto, longe do comboio da frente, com 27 pontos.

Divisão de pontos é o veredicto no confronto de candidatos

Num dos jogos grandes da 27ª jornada do campeonato de futsal da AFVC, Neiva e Ponte da Barca empataram a dois golos, em Freixo. A igualdade permitiu à equipa orientada por Filipe ascender ao terceiro lugar, com 44 pontos, atrasando o emblema da Barca que segue no oitavo posto, com menos quatro pontos.

O embate de Freixo colocou frente a frente dois dos pretendentes ao bronze deste campeonato de futsal. As duas equipas entraram em quadra com vontade de não correr riscos, com o medo do perder se sobrepor à vontade de ganhar. O equilíbrio foi uma constante ao longo da partida, com as defesas a levarem vantagem sobre os ataques.

Este jogo decorreu à semelhança do encontro da primeira volta, onde o conjunto de Sandiães acabou por vencer (2-1). Perante os factos, importa realçar que o Neiva tem vantagem no confronto directo com o Ponte da Barca.

Paço Lima conquista um ponto em Caminha

A equipa de Dionísio Abreu foi ao Municipal de Caminha impor uma igualdade ao ARA (4-4), em jogo da 27ª jornada do campeonato de futsal da AFVC. Libertos da pressão da classificação, ARA e Lavradas aplicaram-se a fundo na conquista dos três pontos, contudo nenhum dos conjuntos conseguiu furar o equilíbrio.

O Paço Lima voltou ao local onde perdeu a Taça AFVC e onde não venceu esta temporada. Esse facto talvez tenha motivado os jogadores de Dionísio Abreu que entraram a todo o gás na partida. O ARA respondeu à altura, justificando a divisão de pontos.

Na classificação, as duas equipas continuam separadas por sete pontos, com vantagem para o Paço Lima.

Caminha derrotado sem pejo nem amizade

O Amigos de Sá estão relançados na luta pelo terceiro lugar, após o triunfo em casa diante do Atlético de Caminha (8-1). No Municipal dos Arcos de Valdevez, a formação de Filipe Pereira não teve problema em levar a melhor sobre um Caminha que ainda tenta exorcizar o fantasma do Ambos os Rios.

Os arcoenses entraram melhor no jogo, tomando conta das despesas do jogo. Ao intervalo, a vantagem de três golos para os locais, espelhava a diferença de andamento entre os dois conjuntos. O Caminha melhorou na segunda parte, sem no entanto conseguir apagar a pesada derrota sofrida na ronda anterior, com o líder do campeonato.

Sem nunca tirar o pé do acelerador, os Amigos de Sá partiram para uma vitória robusta. Rui foi uma das grandes figuras do encontro, ao apontar três golos. Outro dos destaques, acabou por ser o guardião Ricardo que susteve as investidas caminhenses.

Com estes três pontos preciosos, os Amigos de Sá saltaram para o quinto lugar, com 41 pontos, estando agora a somente três de distância do duo Neiva e Anha. O Caminha continua imperturbável como 11º classificado, com 28 pontos.

JS

Canarinhos deixam voar três pontos

Na disputa pelo terceiro lugar no campeonato, o Anha recebeu o vice-líder, Fontão. Numa partida inicial muito bem disputada e de tremenda intensidade, o Fontão acabou por conquistar mais três pontos, desta vez vencendo em casa do seu adversário por quatro bolas a uma.

Num jogo marcado por uma arbitragem um pouco irregular, a equipa da casa entrou muito forte desperdiçando, nos primeiros minutos do jogo, três grandes hipóteses de inaugurar o marcador. Confirmada a insistência do jogo ofensivo da equipa do Anha, e após um desentendimento na defensiva do Fontão, com o guarda-redes Neca a sair antes do tempo da baliza, Raul iniciou a marcha do marcador para a equipa da casa, apontando o primeiro da partida.

Reagindo e mostrando o porquê de estar a fazer um grande campeonato, o Fontão equilibrou e conseguiu igualar a partida, superiorizando-se assim durante o resto do jogo.

Ribeiro conseguiu em hat-trick na partida, numa tarde inspirada. A primeira bala, que valeu aos forasteiros a igualdade no marcador, foi fruto de uma jogada estudada que desnorteou a defensiva do Anha, que, logo de seguida, tentou reagir. Mesmo assim, os canarinhos revelaram muitas falhas de concentração, e em jogadas de contra ataque puro o Fontão acabou por fazer o seu segundo e terceiro golos da tarde, novamente pelo seu pivot Ribeiro.

Finalizando Bebé, na conversão do seu segundo livre de 10 metros, acabou por estabelecer o resultado final favorável em 1-4 para o AD Fontão.

Com este resultado, o Anha descendeu para o 4º lugar da tabela, mesmo com um jogo a mais do que os seus adversários directos. O Neiva, que empatou a duas bolas com o Ponte da Barca, mesmo em igualdade pontual com o Anha (44 pontos), subiu um lugar na classificação. Anha e Neiva vêem-se agora ameaçados, ficando a três pontos de diferença de Amigos Sá, Cais Novo e Cidadelhe, todos com 41 pontos.

NAC

Taça Nacional – Seniores Femininos

Castanheira cilindrada no (Ver)Moim

As campeãs da AFVC não podiam desejar pior estreia na Taça Nacional Feminina. Em Famalicão, a formação de Paredes de Coura perdeu (0-7) com o FC Vermoim. No reduto de um dos pretendentes ao trono nacional, o Castanheira ainda realizou uma boa primeira parte, saindo para o descanso, apenas, a perder por dois golos de diferença. O poderio físico e técnico das famalicenses teve maior expressão durante a segunda parte, onde a equipa de Luís Nogueira não conseguiu responder à letra.

O destaque da partida foi Juliana, ao apontar três golos neste encontro de estreia da série A da maior competição nacional. Com este resultado, o Castanheira é último classificado e o Vermoim lidera a prova dado que no outro jogo do grupo a formação do Alves Roçada vencer (6-3) o Pioneiros, em Bragança.

JS

Taça Nacional – Juniores Masculinos

Nogueirense encaixa 16 golos, parte II

O campeão da AFVC voltou a ser goleado (0-16), agora no reduto da Fundação Jorge Antunes, em jogo da quarta jornada da Taça Nacional. Depois de na estreia da competição ter perdido por igual margem, no reduto do Freixieiro, a equipa de Rui Paulo voltou a ser esmagada por um dos candidatos a seguir em frente para a discussão do título.

Já se previa uma deslocação muito difícil a Vizela. Na etapa inicial, o Nogueirense ainda procurou dar boa conta de si, perdendo por 0-6, ao intervalo. O pior chegou depois do intervalo, com o cansaço e os erros defensivos a acumularem-se, permitindo o dilatar do marcador. No outro jogo, o Freixieiro venceu (6-1) em Mogadouro, próximo adversários dos vianenses, liderando só com vitórias. O Nogueirense segue no último lugar, com um ponto.

JS

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s