Rui Sousa: “Vou lutar pela vitória na Volta a Portugal, não vou trabalhar para ninguém” – 1ª parte

A cada dia percorre quilómetros. A cada ano cruza novas metas. Voltas e reviravoltas marcam uma vida de contra-relógio, em corrida permanente.

DEV: Quais são os objectivos para esta Volta a Portugal?

Rui Sousa (RS): Neste momento sinto-me muito bem, tenho trabalhado para estar o melhor possível na Volta. Um dos meus objectivos é tentar lutar pela vitória final. Sei que não vai ser fácil, mas estou convencido de que vai correr muito bem. Felizmente, existe uma estratégia diferente das equipas onde passei, já que esta equipa me dá espaço e liberdade. A prova disso é que fizemos o Campeonato Nacional e houve uma grande aposta em mim. Consegui vencer e dar-lhes uma recompensa.

DEV: O treinador da Barbot-Siper, Carlos Pereira, disse que a aposta está em Bruno Pires e David Barnabéu. Qual é o seu papel na equipa?

RS: Eles estão na equipa há muito tempo e, apesar de ter entrado recentemente, disseram-me que não vou para a Volta a Portugal trabalhar para ninguém, mas para lutar pela vitória. Estou muito mais motivado do que nos outros anos.

DEV: Quem são os potenciais vencedores deste ano?

RS: O pelotão português está um pouco enfraquecido devido a algumas saídas. O David Blanco é claramente o favorito, já que se adapta bem à montanha e é óptimo nos contra-relógios. Penso que haverá um equilíbrio entre os atletas das restantes equipas. Contudo, a lógica pode pregar-nos algumas surpresas, tudo pode acontecer.

DEV: Sente que o apoio popular tem vindo a aumentar?

RS: Imenso. Confesso que sou leigo nas novas tecnologias, mas já me mostraram os grupos de apoio no Facebook e é uma alegria enorme para mim. O término de uma etapa da Volta a Portugal em Viana do Castelo é uma prova do carinho que as pessoas sentem por mim. É uma etapa que nem me favorece, mas vai ser espectacular chegar à meta “à minha porta”. Penso que vai ser memorável.

DEV: Como é a relação entre a Comunicação Social e o ciclismo em Portugal?

RS: A situação não tem mudado muito. Há sempre muito destaque para as notícias negativas e não para as positivas. Ainda há pouco tempo aconteceu o Campeonato Nacional e enquanto alguns jornais fizeram grandes reportagens, outros deram notícias que não ocupavam meia página. Se houvesse um problema com algum atleta talvez tivessem atribuído uma página. É vergonhoso fazerem um trabalho tão pequeno.

DEV: Depois de tantos anos de ciclismo, ainda se sente tão motivado como no primeiro dia?

RS: Tenho que ser realista e, na verdade, não. Confesso que esta vitória no Campeonato Nacional me deu muito alento e motivação. Há uma pressão muito grande para a Volta a Portugal, porque queremos dar o nosso melhor, e este triunfo acalmou-me muito.

DEV: Ainda se vê muitos anos a competir?

RS: Não. O que posso dizer é que este Campeonato Nacional me deu força, porque tenho que aproveitar a camisola portuguesa mais um ano. Andava seriamente a ponderar não correr mais e a minha decisão dependeria desta Volta a Portugal. Geralmente ando com um colar ao pescoço para dar sorte e, apesar de não ser supersticioso, este ano mandei fazer um colar com as cores de Portugal para combinar com a camisola. Espero que corra tudo bem. O que posso dizer é que o mês de Agosto me vai ajudar a definir o futuro da minha carreira.

Fabíola Maciel

Anúncios

Um pensamento sobre “Rui Sousa: “Vou lutar pela vitória na Volta a Portugal, não vou trabalhar para ninguém” – 1ª parte

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s