Rui Sousa conserva o “7” para o Alto da Torre

O pelotão cumpriu esta quarta-feira a tirada mais longa da 72.ª Volta a Portugal em Bicicleta, num percurso de 221,1 quilómetros entre Moimenta da Beira e Castelo Branco. Numa etapa marcada pela fuga desferida bem cedo por um grupo de oito ciclistas, os principais favoritos à vitória final da prova optaram por uma abordagem menos comprometedora, até porque para o dia de amanhã [quinta-feira] está programada a chegada ao alto da Torre.

Rui Sousa (Barbot-Siper) concluiu a sexta etapa na 42.ª posição, a 6 minutos e 28 segundos do vencedor do dia, o colega de equipa Joaquín Ortega. Ainda assim, o ciclista natural de Barroselas segura a 7.ª posição na Classificação Geral Individual, a 1 minuto e 22 segundos do camisola amarela, o espanhol David Blanco (Palmeiras Resort – Prio Tavira). O líder da competição conserva os 43 segundos de vantagem sobre o 2.º classificado, o compatriota David Bernabéu (Barbot-Siper).

O vila-franquense César Fonte (Barbot-Siper) desceu uma posição, ocupando agora o 37.º posto da Geral, a 7 minutos e 53 segundos da liderança. Fábio Palma (Selecção Nacional), corredor de Vila Nova de Anha, terminou a etapa de hoje no 77.º posto, mantendo a 87.ª posição da Geral, a 40 minutos e 21 segundos do topo.

Quase sempre em fuga..Joaquín Ortega venceu a etapa mais longa da 72.ª Volta a Portugal

O vencedor da etapa, o espanhol Joaquín Ortega (Barbot-Siper) cortou a meta isolado, cumprindo o trajecto em 5 horas e 40 minutos. Integrado no grupo de fugitivos que logo ao quilómetro dezoito descolou do pelotão, Ortega atacou os restantes ciclistas ao quilómetro 206, logrando a vitória final, seguido por José Mendes (LA – Rota dos Móveis), o mais empenhado em anular o triunfo de Ortega.

Na Classificação por Pontos, Sérgio Ribeiro (Barbot-Siper) continua a envergar a camisola branca, com apenas um ponto de avanço sobre Cândido Barbosa.

O ucraniano da Caja Rural, Oleg Chuzhda, continua líder da Montanha, envergando a camisola verde com quinze pontos de avanço sobre o segundo classificado, Sérgio Sousa (Madeinox-Boavista). No prémio Juventude, Ricardo Vilela permanece no primeiro posto.

Esta quinta-feira disputa-se a etapa decisiva da 72.ª Volta a Portugal em Bicicleta, num percurso de 168 quilómetros entre Idanha-a-Nova e Seia, com a mítica chegada ao alto da Torre.

Pedro Borlido

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s