César Fonte arrisca em etapa polémica

Rui Sousa (Barbot-Siper) tentou isolar-se no início da corrida, mas após várias fugas foi César Fonte (Barbot-Siper) quem se destacou. O jovem de Vila Franca liderou a frente da corrida com mais cinco corredores durante muito tempo. O forte ritmo imposto pela Palmeiras-Resort Prio Tavira e pela Barbot-Siper ao longo de 169,9 quilómetros proporcionou uma chegada de pelotão compacto a Oliveira do Bairro.

Cândido Barbosa (Palmeiras-Resort Tavira) ansiava pela reconquista da camisola branca dos Pontos e, para isso, alterou propositadamente a trajectória, impedindo Sérgio Ribeiro (Barbot-Siper) de vencer a etapa. Os festejos do ciclista da Rebordosa chegaram mesmo a acontecer, mas, poucos minutos depois, foi desclassificado. A vitória foi assim atribuída a Sérgio Sousa, que conquistou a segunda vitória numa etapa da 72.ª Volta a Portugal.

Rui Sousa mantém o 6º lugar na Classificação Geral a 1 minuto e 47 segundos de David Blanco, César Fonte subiu à 36ª posição e Fábio Palma (Selecção Nacional) desceu para o 103º lugar.

Na 9ª Etapa da Volta a Portugal os ciclistas vão percorrer 32,6 quilómetros em contra-relógio de Pedrógão a Leiria. David Blanco veste de amarela e mantém uma vantagem de 53 segundos para Hernani Broco (LA Rota dos Móveis) e 1 minuto e 4 segundos para David Bernabéu (Barbob-Siper).

Fabíola Maciel

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s