Seleção Nacional em posição de alerta para recuperar ceptro europeu

O hoquista vianense Luís Viana está convicto que Portugal pode aspirar à vitória no Europeu

A Seleção Nacional de Hóquei em Patins estreia-se hoje no Campeonato da Europa, em Wuppertal, na Alemanha. O primeiro adversário da turma do vianense Rui Neto é a poderosa seleção de Itália. A partir das 20 horas, a armada lusa inicia a sua campanha, trajeto que se espera que culmine com o término do jejum de títulos europeus que dura há 12 anos.

O solo alemão costuma ser talismã para as cores nacionais. Em 1992, no ano em que Luís Viana se sagrou campeão Europeu de Juniores, a principal equipa lusa conquistou o europeu, realizado em Wuperrtal, batendo na final precisamente a Itália. Apesar da hegemonia espanhola da era recente, Portugal continua a ser o recordista de títulos europeus, num total de 20 conquistas.

Ainda assim, os jogadores lusos não vencem uma grande competição fora do nosso país, desde a vitória no Campeonato Europeu de 1996, disputado em Itália. De lá para cá, Portugal apenas venceu o Europeu de 1998 (em Paços de Ferreira) e o Mundial de 2003 (em Oliveira de Azeméis).

Entre as opções de Rui Neto, existem hoquistas com várias ligações a Viana do Castelo, mais concretamente à Juventude de Viana. Na baliza, figuram Ricardo Silva (ex-jogador da Juventude de Viana) e Sebastian Silva (actual guarda-redes da Juventude). Uma das figuras de proa desta selecção é, sem dúvida, o avançado vianense Luís Viana. Há ainda a salientar a estreia de André Azevedo, que passou pelo emblema laranja de Viana durante três temporadas. Gonçalo Suíssas e Luís Filipe, que integraram o primeiro estágio da turma das quinas, acabaram, no entanto, dispensados.

Rui Neto e Luís Viana confiantes no êxito da Selecção Nacional

Ao jornal desportivo “Record”, o novo timoneiro da esquadra lusa sublinha que está tudo a posto para uma boa estreia. “Se não estamos ao nosso melhor nível, andamos lá perto”, confirma Rui Neto que em declarações à RTP, confessando que espera uma final entre Portugal e Espanha.

Apesar de preferir outro adversário para o encontro inaugural do Europeu, também Luís Viana é o espelho da confiança. Em declarações à RTP, o agora jogador do SL Benfica afirma que “o jogo com a Itália exige mais concentração”, sem no entanto acrescentar que “o grupo tem muita ambição de ganhar o Europeu”.

João Santos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s