Hóquei: Inferno de Monserrate embala laranjas para vitória no dérbi local

A Juventude de Viana voltou a sentir o doce gosto de vencer, no Nacional de Hóquei em Patins, ao triunfar (4-3) sobre o Limianos. Num pavilhão de Monserrate a fervilhar, a equipa de Pedro Neto revelou-se superior, enviando quatro bolas aos ferros da baliza de Jorge Correia. No entanto, a esquadra laranja socorreu-se de um Sebastian Silva inspirado para segurar a primeira vitória. Nesta partida da sétima jornada, o resultado é justo, com a Juventude a evidenciar-se superior, perante um Limianos que só ameaçou em contra-ataque.

Dérbi que se preze tem casa cheia e um ambiente fantástico. Este jogo teve todos os condimentos necessários para se tornar apimentado e nem a fortíssima chuva promoveu o divórcio entre o público e o hóquei. Cedo se percebeu que a Juventude quis assumir as rédeas do encontro, dispondo das melhores oportunidades. Os visitantes demoraram a entrar na partida, muito por culpa das ações de Didi que, quer a atacar quer a defender, foi enchendo o ringue da magia. O domínio laranja teve maior expressão no início do encontro. Tal como aconteceu em embates anteriores, quando Pedro Neto se viu obrigado a mexer na sua equipa, a superioridade laranja foi posta em causa e o Limianos tornou-se mais ameaçador.

Diogo Fernandes perdeu a primeira grande oportunidade, mas seria do jovem avançado o momento de glória inicial, ao converter, com génio ímpar, um livre direto. Pouco depois, Centeno concluiu o segundo golo desenhado por Didi. Perto do intervalo, Hélder Martins reduz num livre direto, com muita felicidade. O Viana tremeu nos minutos finais e no início do segundo tempo. A gestão da bola nem sempre foi feita da melhor forma, porém o adversário não mostrou credenciais para fazer melhor.

O descanso acordou o Limianos que se agigantou, sendo bem mais ameaçador. Incapaz de trabalhar em ataque continuado, o conjunto amarelo e roxo apostou nos lances rápidos para alvejar as redes da casa. Luís Filipe deu algum conforto aos laranjas, fazendo o terceiro, mas pouco depois Diogo Fernandes introduziu a bola na própria baliza, complicando a vida da sua equipa, segundos depois de desperdiçar um livre direto. Os donos da casa acordaram, criando muitas situações par marcar, e o público também após uma stickada letal de Didi que fez o quarto golo. A nove segundos do fim, João Araújo reduziu para a diferença mínima.

Estes três pontos trazem maior fôlego à Juventude que fica, ainda na zona vermelha da classificação, a um ponto de Tomar, seu próximo opositor, e Limianos. Triunfo incontestado num encontro onde mais uma vez ficou clara a ideia da dualidade de critérios: contra a Juventude apita-se tudo, não sendo bem assim quando os dados se invertem. Nota ainda para o piso de Monserrate que esteve demasiado escorregadio, o que prejudicou o desempenho dos atletas.

Ficha de Jogo Juventude de Viana 4 Limianos 3

Juventude de Viana

Cinco Inicial Sebastian Silva (GR), Luís Filipe (1 golo), André Centeno (1 golo), Diogo Fernandes (1 golo) e Didi (1 golo) Jogaram Ainda Hugo Costa e Zé Pedro

Disciplina Cartão azul a Pedro Alves e Didi

Treinador Pedro Neto

Limianos

Cinco Inicial Jorge Correia (GR), Miguel Fernandes, Hélder Martins (1 golo), Pedro Alves (1 golo) e Rafael Almeida Jogaram Ainda João Araújo (1 golo), José Soares e Carlos Costa

Treinador Pedro Mendes

João Santos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s