Futsal: Quem aquece o frio esquece

Em fim-de-semana onde as baixas temperaturas estarão na ordem do dia, os seniores masculinos abandonam o conforto do lar e “aquecem” para entrarem novamente em campo, na disputa de uma nova jornada do campeonato AFVC de futsal.

Depois do “magro” triunfo (2-1) da jornada transata frente ao conjunto do Anha, o líder do campeonato, Afifense, parte para a nona ronda com o claro objetivo em mente de consumar mais uma vitória, resultado que lhe permitirá manter-se no poleiro da competição, pelo menos por mais uma semana. Às 21 horas de sábado, a formação de Afife desloca-se ao pavilhão gimnodesportivo de Fontão, reduto do nono colocado da geral, com dez pontos, a doze da liderança. Ainda assim, os da casa terão uma palavra a dizer uma vez que, encontrando-se bem colocados no meio da tabela classificativa, poderão fazer a vida negra ao adversário, fazendo uso do fator motivacional de infligir a primeira derrota aos forasteiros de Afife.

Num dos encontros de abertura da ronda competitiva [15 horas], o vice-líder Cidadelhe, em igualdade pontual com o primeiro classificado, Afifense [22 pontos], visita o reduto do Caminha, penúltimo colocado do campeonato AFVC, com quatro pontos somados. No municipal de Vila Praia de Âncora, as duas equipas apresentam-se no retângulo de jogo com sentimentos desportivos bem diferentes. Enquanto o conjunto do Cidadelhe vem de uma folgada e revigorante vitória (8-1) ante o Fontão, os caminhenses perderam (2-3), fora, com o Cerveira Futsal. Numa partida com claro favoritismo para os visitantes, os da casa terão igualmente a oportunidade de socorrer-se do fator motivacional de constituírem-se com a primeira equipa a vencer os vice-líderes.

Fruto da boa resposta do passado sábado, capaz de lidar com um desaire regressando ao bom porto das vitórias, a formação do Ponte da Barca, terceira classificada com 21 pontos, regressa a casa e ao afeto dos seus adeptos. Às 17 horas, no municipal de Ponte da Barca, os locais recebem o conjunto darquense do Cais Novo, lanterna vermelha da prova, com três pontos amealhados. Recorde-se que os darquenses não ultrapassam o melhor dos momentos, vindo de um conjunto de sete desaires consecutivos, isto depois de terem entrado na prova com o pé direito, ou seja, com uma vitória. Numa partida onde o favoritismo parece pender quase na totalidade para os locais, o Cais Novo, um dos históricos vianenses na modalidade anseia pelo grito de revolta que os coloque novamente no rumo exibicional ascendente.

Uma hora depois, o conjunto auri-negro do Santa Luzia abre as portas do municipal de Monserrate para defrontar a turma do Lavradas. De orgulho ferido, depois de na jornada anterior ter perdido a dobrar, uma vez que foi derrotado (1-3), em casa, pelo Alvarães bem como viu a distância para os líderes aumentar novamente, os santa-luzienses, quartos classificados, esperam fazer as pazes com os adeptos, numa partida onde só a vitória interessa. Por seu lado, a palavra de ordem dos visitantes poderá muito bem ser a mesma, tendo em conta que também estes procuram recuperar-se, definitivamente, do desaire caseiro (2-5) ante o Ponte da Barca.

Em nova partida aprazada para as 15 horas de sábado, no municipal de Vila Nova de Cerveira, o quinto classificado ARA Riba de Âncora recebe a equipa vizinha do Cerveira Futsal. O favoritismo deverá ser atribuído ao conjunto da casa, contudo a diferença de cinco pontos, a favor dos locais, não pode servir de única justificação para que os visitantes não tenham uma palavra a dizer em seu proveito, tanto mais que vêm de um saboroso triunfo (3-2) ante o “rival” de Caminha.

Com uma diferença de duas horas, o pavilhão da escola EB 2,3 de Monte da Ola recebe duas partidas da nona jornada. Às 16 horas, a formação do Alvarães mede forças com o conjunto do Neiva Sandiães. Em campo, respetivamente, décimo e oitavo classificados, embora com apenas um ponto a separá-los, pelo que deveremos estar perante um encontro equilibrado onde o resultado favorável poderá cair para qualquer uma das equipas. Contudo, às 18 horas, as emoções do futsal estão de volta a Monte da Ola. No retângulo de jogo, o anfitrião Anha procura levar de vencida a turma do Amigos de Sá, num embate onde a nota de equilíbrio deverá estar novamente em cima da mesa, não estivéssemos perante os sexto e sétimo classificados, respetivamente, embora o conjunto de Vila Nova de Anha disponha de mais dois pontos, totalizando doze. Perante registos defensivos próximos, a maior veia concretizadora dos forasteiros poderá ser um claro sinal de aviso ao “escudo” da casa.

Pedro Borlido

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s