Futsal: Encerramento de 2010 promoverá trocas no pódio?

“Um Feliz Natal e um Bom Ano Novo”! Em jeito de saudação ou desejo sentido de amizade, para a vitória ou para a derrota, os seniores masculinos de futsal despedem-se de 2010 com a disputa, este domingo, da 12.ª jornada do campeonato AFVC.

Constituindo-se como cabeças de cartaz desta ronda competitiva, os quatro primeiros classificados da prova defrontam-se entre si, nos dois encontros que serão vistos como verdadeiros “duelos de titãs”: O conjunto do Cidadelhe, líder da competição, recebe o quarto colocado Santa Luzia, enquanto o vice-líder Afifense tem novo teste de grau de dificuldade elevado, no tira teimas com a formação do Ponte da Barca, última colocada do pódio distrital.

Para todos os efeitos, um triunfo das equipas forasteiras não colocará em causa a liderança repartida do Cidadelhe e Afifense, ambos com 31 pontos conquistados, fruto do registo de dez vitórias e um único empate. Por outro lado, os locais apresentam um maior favoritismo, podendo tirar proveito de mais uma excelente oportunidade para “descolar” definitivamente desta aliança que prevalece e cujo aperto “incomoda” desde o início da prova. Na prática, as equipas da casa, detentoras dos ataques mais concretizadores, medem forças com as defesas visitantes menos batidas no campeonato. Posto isto, ninguém quererá “folgar” ou arredar pé da acesa perseguição e luta pelo lugar cimeiro do futsal vianense.

Com apenas três pontos a separá-los, a vantagem do Anha, sexto classificado, com 16 pontos somados, poderá ser posta em causa pela revigorada turma do Fontão que, em caso de vitória, poderá descolar do oitavo posto, igualando o registo do adversário deste domingo. Do lado dos de Fontão, mais do que melhorar os registos ofensivos, importa trabalhar os aspetos defensivos, uma vez que apresentam um saldo de golos notoriamente negativo, com 23 tentos marcados contra 42 concedidos. Contudo, ainda a saborear os respetivos triunfos da jornada transata, ambas as formações querem “despedir-se” de 2010 com um olhar de felicidade no rosto.

Depois da surpreendente derrota (5-6), fora de portas, no passado sábado, ante a formação do Caminha, o conjunto do Amigos de Sá regressa a casa com a convicção de ser capaz de sentir novamente o doce sabor da vitória. Antes do início da contagem decrescente para o Natal, o quinto classificado da geral, com 16 pontos, mede forças com a turma do ARA Riba de Âncora, nona colocada, com 12 pontos somados até então. Recorde-se que na ronda anterior, os ancorenses perderam pela margem mínima (3-4), em casa, frente ao vice-líder Afifense. Ainda que a ressaca de um desaire se constitua como um ponto em comum, os locais apresentam-se com um ligeiro favoritismo, numa partida onde o equilíbrio deverá ser a nota dominante.

Não fosse a vitória (6-5) ante o Amigos de Sá, o segundo triunfo alcançado no campeonato, e, por esta hora, por força da vitória (6-2), fora de portas, do Cais Novo no frente-a-frente com o Lavradas, estaria a referir-me à formação do Caminha como o lanterna vermelha da prova. Mas, assim não acontece, tanto mais que os de Caminha, penúltimos colocados da geral, têm sete pontos, mais um que o conjunto darquense que, assim, estará à espreita de uma possível “escorregadela” dos caminhenses no reduto do Neiva Sandiães para fazer a ansiada passagem de um testemunho cada vez mais pesado e penalizador. No entanto, para o Cais Novo, mais importante do que esperar pelo infortúnio adversário, será garantir uma vitória na deslocação ao reduto do Alvarães, 12.º classificado, com nove pontos, mais três que o opositor deste domingo.

A fechar, duas equipas igualmente à procura de alcançar uma maior regularidade na prova, condição que lhes permitirá somar melhores exibições e, essencialmente, maior número de triunfos. Ou seja, o conjunto do Cerveira Futsal é o anfitrião da formação do Lavradas. Em campo, o décimo classificado, com dez pontos conquistados, fruto de três vitórias e um empate, recebe no retângulo de jogo o 11.º colocado, com menos um ponto somado, num embate que se afigura equilibrado, onde uma vitória permitirá olhar a restante temporada com o resguardo de mais um fôlego de satisfação. Em termos estatísticos, estamos perante duas das equipas mais batidas que, juntamente com o Caminha, já concederam 52 golos.

Pedro Borlido

Feminino

Juniores

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s