Opinião: É útil praticar desporto?

O envolvimento dos jovens com uma modalidade é generalizadamente mais emotiva do que aquilo que as pessoas pensam. Praticar desporto e pertencer a uma equipa, é um sentimento único que deve ser valorizado e preservado. Além dos inúmeros benefícios para a saúde, praticar uma modalidade colectiva desenvolve uma série de competências nos jovens. Atributos como o trabalho em equipa e a capacidade de decidir sobre pressão são factores que, inevitavelmente, serão requeridos no seu futuro pessoal e profissional. Numa sociedade cada vez mais individualizada e materialista, os jovens acabam muitas vezes por ver nas colectividades desportivas uma forma de descomprimir e deixar para trás toda aquela pressão que hoje em dia é colocada nos seus ombros. O sucesso do desporto prende-se com as emoções e as paixões que desperta. Muitos fazem-no enquanto ganham milhões, mas a maior parte não precisa de motivações tão fortes, a paixão pelo jogo e o prazer que se retira da sua prática chega perfeitamente.

Já há alguns anos, recebi um e-mail com uma série de perguntas retóricas que descrevia na perfeição o que é o basquetebol. Não sei o nome do seu autor, até porque se trata de uma daquelas correntes que se propagou à velocidade da luz por todo o mundo, mas achei-a tão interessante que não resisti a partilhá-la com os amigos leitores.

O QUE É O BASQUETEBOL?!

Como explicar-te o que é amor se nunca vestiste a camisola da tua equipa?

Como explicar-te o que é prazer se nunca ganhaste um “clássico”?

Como explicar-te o que é a dor se nunca perdeste um jogo no último segundo?

Como explicar-te o que é carinho se nunca sentiste a bola com a ponta dos dedos?

Como explicar-te o que é solidariedade se nunca deste uma ajuda numa defesa individual?

Como explicar-te o que é poesia se nunca deixaste os teus adversários desorientados com um “crossover”?

Como explicar-te o que é amizade se nunca fizeste uma assistência?

Como explicar-te o que é pânico se nunca perdeste um jogo depois de estar a ganhar por 20 pontos?

Como explicar-te o que é morrer um bocado se nunca perdeste uma final?

Como explicar-te o que é esforço se nunca deste o máximo para recuperar uma bola?

Como explicar-te o que é egoísmo se nunca lançaste quando devias ter passado a um colega melhor posicionado?

Como explicar-te o que é arte se nunca inventaste uma assistência espectacular?

Como explicar-te o que é música se nunca cantaste para incentivar os teus companheiros?

Como explicar-te o que é o ódio se nunca perdeste a bola que resolveu o jogo?

Como explicar-te o que é a vida se nunca jogaste basquetebol?!

Bruno de Oliveira

treinador de basquetebol

originalmente publicado aqui

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s